Podem votar antecipadamente os cidadãos recenseados em Portugal que, no dia da eleição e entre 17 e 20 de janeiro, estejam internados em estabelecimentos hospitalares e prisionais.

Até 10 janeiro pode fazer o seu pedido de voto antecipado AQUI


Podem votar antecipadamente em mobilidade todos os eleitores recenseados no território nacional e que pretendam votar no domingo anterior ao da eleição.

Devem inscrever-se entre 16 e 20 de Janeiro por via postal ou AQUI. e no dia 23 de Janeiro deve dirigir-se à mesa de voto no município e escolhido por si.

Podem votar antecipadamente no estrangeiro os eleitores recenseados em território nacional que aí estejam deslocados em determinadas circunstâncias.

Entre 18 e 20 de janeiro, dirija-se às secções consulares das embaixadas, aos consulados ou às delegações externas das instituições públicas previamente definidas pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros, identifique-se e indique a freguesia de inscrição no recenseamento eleitoral.

Podem votar as pessoas em confinamento obrigatório (que tem de ser decretado até 22 de janeiro e desde que inclua o dia da votação), no seu domicílio ou outro local definido pelas autoridades de saúde e as pessoas residentes em estruturas residenciais e similares e que delas não se podem ausentar em virtude da doença Covid-19, desde que recenseadas no concelho da morada da instituição.

Podem fazê-lo inscrevendo-se em https://www.votoantecipado.mai.gov.pt/ ou na Junta de Freguesia onde estão recenseadas através de uma pessoa que apresente declaração assinada por si e com cópia do seu CC/BI, de 20 de a 23 de janeiro.

Nos dias 25 e 26 de janeiro os votos serão recolhidos.

Categorias: Notícias