De 05 a 07 de janeiro, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, prevê que se verifique descida das temperaturas; vento; formação de neblina ou nevoeiro; possibilidade de chuva com congelação, formação de gelo, geada e neve (700/900 m), o que causará um desconforto térmico elevado.

Proteja-se adotando medidas preventivas:

Evite a exposição prolongada ao frio e às mudanças bruscas de temperatura;
Mantenha o corpo quente e proteja as extremidades usando luvas, gorro, meias quentes e cachecol e use calçado quente e antiderrapante. Se trabalhar no exterior, use vestuário adequado;
Ingira sopas e bebidas quentes, evitando o álcool que proporciona uma falsa sensação de calor;
Acautele a prática de atividade física no exterior, prestando atenção às condições do piso para evitar quedas;
Preste especial atenção aos grupos mais vulneráveis (crianças nos primeiros anos de vida, doentes crónicos, pessoas idosas ou em condição de maior isolamento, trabalhadores que exerçam atividade no exterior e pessoas sem abrigo).

Simultaneamente:
Preste especial atenção aos aquecimentos com combustão (ex.: braseiras e lareiras), que podem causar intoxicação devido à acumulação de monóxido de carbono e levar à morte;
Assegure uma adequada ventilação das habitações, quando não for possível
evitar o uso de braseiras ou lareiras;
Evite o uso de dispositivos de aquecimento durante o sono, desligando
sempre quaisquer aparelhos antes de se deitar;
Tenha atenção à condução em locais onde se forme gelo na estrada, adotando uma condução defensiva.

Categorias: Notícias